quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Zélia Duncan - Pré Pós Tudo Bossa Band (2005)



















Disco com 16 faixas fantásticas, cerca de 55 minutos de duração, com a produção de Christian Oyens e Beto Villares, além de Bia Paes Leme, com quem Zélia dividiu a função no álbum Timoneiro, em comemoração aos 70 anos de Hermínio Bello de Carvalho. Maravilhosa as quatro canções de Itamar Assumpção (1949-2003): duas inéditas, "Vi, Não Vivi" (com música de Oyens) e "Tudo ou Nada" (com letra de Alice Ruiz), e regravações de duas obras-primas, "Milágrimas" (também letrada por Alice) e "Dor Elegante" (sobre poema de Paulo Leminski).

Músicas

01. Pré Pós Tudo Bossa Band
02. Carne e Osso
03. Vi, Não Vivi
04. Mãos Atadas
05. Benditas
06. Braços Cruzados
07. Eu Não Sou Eu
08. Tudo Ou Nada
09. Distração
10. Dor Elegante
11. Sulista Nordestinizado (Vinheta)
12. Diz Nos Meus Olhos (Inclemência)
13. Redentor
14. Não
15. Quisera Eu
16. Milágrimas (Part. Especial – Anelis Assumpção)



OUÇA ANTES DE COMPRAR

3 comentários:

  1. AMO ZD!!!!
    Camilinha. camikaze92@globo.com

    ResponderExcluir
  2. melhor disco da Zélia Duncan.
    Abraço
    Carina/SP

    ResponderExcluir